ALIMENTAÇÃO E TPM

Durante o período pré-menstrual vários sintomas como a cefaléia, cãimbras, obstipação intestinal, edema e irritação são comuns, porém podem ser amenizados com uma dieta contendo alguns alimentos que ajudam a evitar estes agravantes.

A melhor forma de evitar a TPM é manter um estilo de vida saudável, com prática regular de atividade física e alimentação rica em nutrientes. Estresse e excesso de peso intensificam os sintomas nessa fase do ciclo. Sabe-se que mulheres que tem uma alimentação tipicamente ocidental tendem a se queixar mais de sintomas da TPM do que as mulheres orientais, já que no Ocidente tem-se uma alimentação rica em industrializados e produtos químicos, como conservantes. Além disso, mulheres que praticam atividade física apresentam menos queixas de sintomas de TPM do que as mulheres sedentárias.

A alimentação é uma das melhores maneiras de evitar a TPM. Alimentos ricos em nutrientes como verduras e legumes, que apresentam grandes quantidades de magnésio e complexo B, principalmente B6 e B12, devem ser ingeridos diariamente para evitar os sintomas. Alimentos ricos em sal, cafeína, refrigerantes, bebida alcóolica e carboidratos simples (ricos em açúcar) pioram os sintomas da TPM.

Uma dieta saudável é capaz de amenizar os desconfortos da síndrome pré-menstrual. Vejam quais são os nutrientes e os alimentos que recomendados neste período

Vitamina B6 ­ Contra enjôo, cefaléia e irritabilidade. Boas fontes: arroz integral, germe de trigo, aveia, amendoim, nozes, batata, banana, salmão, atum, fígado de boi.

Vitamina E ­ Evita cefaléia, dores nas mamas e cólicas. Boas fontes: cereais integrais, noz, castanhas, azeite de oliva, azeitona, óleo de soja e de girassol, milho, gema de ovo, agrião.

Cálcio ­ Alivia cólicas, dor nas costas e nervosismo, porque diminui a contração muscular dolorosa do útero e diminui retenção de líquidos. Boas fontes: leite e derivados, vegetais e folhas verde escuro, couve e brócolis.

Magnésio – Este mineral tem função complementar às funções do cálcio, portanto pode diminuir dores na intensidade de contração dos músculos. São boas fontes de magnésio as folhas verdes escuras.

Ácidos graxos- Reduz irritabilidade e dores nas mamas. Boas fontes: óleos de peixe marinho e frutos do mar (ricos em ômega 6 e ômega 3) – salmão e atum.

Vitamina D – necessária à assimilação de cálcio e magnésio, nos ossos. Porém, não é específico para a TPM, e sim para toda a vida da mulher (evita osteoporose).

Com relação as cãimbras, estas podem ocorrer devido ao desequilíbrio de sódio e potássio, que favorece a entrada de cálcio na célula provocando a contração. Neste caso o ideal é o consumo de alimentos ricos neste nutriente (cálcio) que seriam os leites e derivados e alguns folhosos como brócolis e repolho principalmente.

Vale ressaltar que tais alimentos são os mais indicados neste período, porém é importante também evitar o consumo de alimentos ricos em gordura, sal, (embutidos e conservas) e que contém cafeína (café, chá preto e mate, coca-cola e guaraná), pois são agravantes do quadro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *